Bem-aventurado é o homem que tem prazer na Palavra do Senhor! Esta bem-aventurança é íntima! De regozijo pessoal! Pode até não ser perceptível, pois, de fato, quem tem esse prazer não o verterá a quatro ventos, em tons farisaicos. A percepção por outros, caso haja, há de ser natural. Mas percebido ou não esse homem tem e continua tendo o seu prazer na Palavra do Senhor, sem atavios que lhe possam sensibilizar!

É-nos próprio o prazer, que está relacionado com a vida por inteiro. Deus fez assim. Um simples banho, p.ex., depois de muito suar, há de ser prazeroso! A comida à mesa diante do faminto será algo apetecível! Se se tivesse que comer apenas pela necessidade de nutrientes, sem nenhuma aguçada vontade, aí os mercados venderiam menos e a cozinha seria o lugar menos frequentado da casa. Entretanto, por graça divina, comer é de prazer enorme, do nascente ao poente!

A continuidade da raça humana e até dos bichos passa pelas vias do prazer. Já pensou se tudo, nesse caso, fosse friamente calculado e matematizado? Vamos fazer um filho? Que horas? Qualquer! Sem banho, sem cheiros, sem notas preambulares, sem suor, com termos clássicos e vocabulário normativo. Tá na hora?

Mas não é assim. Deus galardoou-nos com o prazer também aí, o que é fato de toda a existência humana, assim como o dinheiro, o salário, o presente, a viagem! – Prazer sem conta! Também a boa notícia da vitória no concurso e a sobremesa! Tudo!

O canto do salmista, como forte sirene, nos alerta: Bem-aventurado o homem que tem o seu prazer na Palavra do Senhor. Ele escreveu isto sabendo o que era prazer e com a certeza de que os seus leitores também sabiam. Prazer é da vida! É viver!  Por isto foi que ele escolheu o termo, exatamente pelas associações que ele desperta, pra que os seus destinatários, acordados, pensassem e dissessem: É verdade! Os prazeres que a vida traz, em vias tão estendidas e tão deleitosas, não podem sucumbir o prazer que devemos ter pela Palavra de Deus, antes deve realçá-lo, despertá-lo e fazê-lo mais vivo! Por isto, então, bem-aventurado o homem que tem prazer na Palavra do Senhor e que nela medita de dia e de noite! Prazer em todos os turnos! Pra quem não tenta esconder-se do Senhor Deus na viração do dia e que não teima em viver no avesso! Muito prazer!

Pr. Emmanoel Avelar Gomes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *